terça-feira, 31 de março de 2009

Cuidado!!! Amanhã é dia de vírus

O vírus Conficker, depois de ter atacado milhões de computadores por todo o mundo, segundo dizemas más línguas, está programado para uma manifestação em escala mundial, com força atômica amanhã, 1º de abril.
O vírus "rouba" dados dos computadores onde se instala, pode bloquear palavras-chave, etc. O que o torna alvo das grandes preocupações é o fato de ele se disseminar por meio de memórias externas USB, como as dos pen drives, câmeras, iPods, MP3, e outros. A especialidade do vírus é identificar e "roubar" contra-senhas.
A Microsoft já anunciou uma recompensa de US$250 mil por denúncia sobre o Conficker.
Será verdade, ou mais uma de 1º de abril? Por via das dúvidas, vale a pena evitar o uso de computadores amanhã.
Fonte: Folha Online; France Presse

Previsões e opiniões para 2009 - 6

- Novas previsões do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, infelizmente, não trouxeram boas notícias. Diversos economistas e órgãos estimam para baixo o indicador a cada nova revisão feita. Desta vez, o Banco Mundial (Bird) revisou para 0,5% o crescimento do Brasil ao longo de 2009. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) foi ainda mais pessimista, ao divulgar hoje (31/03), em Paris, que o país sofrerá uma retração de 0,3% no ano. Segundo uma pesquisa realizada pela Serasa Experian, 1.015 empresários do país acreditam num crescimento entre 1% a 2% em média. Por último, Guido Mantega, ministro da Fazenda, evitou traçar perspectivas de crescimento e se dará por satisfeito caso o Brasil tenha de fato um crescimento positivo em 2009.
- A Eletrobrás espera pagar ainda em 2009 os dividendos retidos, que somam R$ 9,3 bilhões.
- Ações do Itaú e do Unibanco são unificadas hoje na Bovespa; veja a relação de troca
- Angola teve crescimento real de 92% em 4 anos, diz ministro
- Banco Mundial prevê recessão mundial de 1,7% em 2009
- Alta na confiança da indústria foi maior em março, mas não garante retomada
- Superávit primário do Brasil despenca 54% em fevereiro
- Alta na confiança da indústria foi maior em março, mas não garante retomada

Você conhece o Global Dow?

O Global Dow é um índice criado pela Dow Jones, para o mercado americano, incluindo as empresas mais inovadoras, vibrantes e influentes de todo o mundo. Somente blue-chips estão incluidas no índice e são escolhidas pelos editores da Dow Jones. Lançado em novembro de 2008, bem no meio da crise econômica mundial. Tem por finalidade reunir as 150 companhias consideradas líderes em seus segmendos de mercado, em nível mundial. Segundo as informações disponíveis, a idéia é que este novo índice pretende acompanhar cada momento das empresas mundiais e, inclusive, incluir aquelas que sejam consideras empresas capazes de assumir destaque em seus setores, no futuro.
Assim é que, ontem, aconteceu uma primeira revisão no conjunto de ações que compõem o índice Global Dow. Deixaram de fazer parte a GM, Citigroup, a seguradora francesa AXA S.A., a construtora mexicana Cemex, a alemã de produtos industriais Deutsche Post, a petroleira espanhola Gamesa, a seguradora holandesa ING Groep N.V., o National Bank of Greece S.A. e o britânico Royal Bank of Scotland Group.
Por outro lado, passaram a fazer parte do índice as seguintes empresas: a norte-americana de cuidados com saúde Amgen Inc., a cervejaria Anheuser-Busch InBev, a Bridgestone Corp., a japonesa Canon Inc., a companhia de serviços públicos de Hong Kong CLP Holdings Ltd., a varejista chinesa Esprit Holdings Ltd., a norte-americana Medco Health Solutions Inc., o NASDAQ OMX Group Inc. e a seguradora norte-americana Travelers.
Parece que esta nova situação vem mostrar que as coisas podem realmente estar mudando em nível mundial. Empresas antes consideradas imbatíveis em seus segmentos, ficaram para trás. O mesmo poderá acontecer com alguns países?
Precisamos estar atentos a nova ordem mundial. Derepente, temos ações que estão pedindo para serem compradas, com grandes possibilidades futuras e nós não estamos enxergando. olho vivo, pois boa oportunidades podem estar diante de nossos olhos. Garimpem!!!
Fontes: The Global Dow; CHR Investor.

segunda-feira, 30 de março de 2009

Previsões e opiniões para 2009 - 5

As mais recente:
- O final de semana foi marcado pela renúncia de Rick Wagoner, presidente da General Motors (GM). Segundo rumores, a renúncia foi feita a pedido do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Segundo fontes próximas a negociação, tudo isto faz parte de um acordo para que a Casa Branca conceda maiores empréstimos governamentais, uma vez que Obama exigiu profundas reestruturações nas montadoras. Do outro lado do oceano, o Conselho de Vigilância da PSA Peugeot Citroën destituiu Christian Streiff, presidente do grupo automobilístico francês.
- Agora há pouco, a equipe de trabalho do Governo dos Estados Unidos voltada à indústria automotiva rejeitou os planos de reestruturação apresentados pela GM e Chrysler. Muita atenção ao movimento realizado pelos índices futuros norte-americanos após a divulgação desta nota, onde a princípio, rejeitaram completamente o anúncio.
- Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos, afirmou que Barack Obama fará o país sair da crise.
- Standard & Poor's revisou para baixo estimativas de crescimento da América Latina.
- Alan Greenspan, ex-presidente da Federal Reserve, afirma que bancos dos Estados Unidos precisam de US$ 850 bilhões a mais para se reerguerem.
- Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste domingo (29/03) que a economia do Brasil irá apresentar um crescimento positivo em 2009.
- Ministro do petróleo do Qatar admite que o preço do barril do petróleo a US$50 para o ano de 2009 é um bom valor.
- Mantega diz que fica satisfeito se PIB brasileiro tiver alta em 2009.
- Governo federal prorroga redução de IPI para veículos novos.
- Mercado vê economia estagnada e inflação abaixo do centro
- Bancos vão precisar de muita ajuda, crê secretário do Tesouro dos EUA
- BC prevê crescimento de 1,2% da economia
- Crise derruba disposição de empresários em investir
- OIT prevê aumento de 50 milhões de desempregados em 2009
- Governo mantém corte de IPI, zera imposto de cimento e sobe de cigarro
- GM diz que está considerando possibilidade de pedir falência diante de cenário crítico
.

sexta-feira, 27 de março de 2009

A Bolha Financeira

O blog do Hélio Leite traz uma matéria interessante cujo título é o mesmo deste post. O autor é William Almeida de Carvalho, Obreiro da Loja Equidade & Justiça, membro da Scottish Rite Research Society, da Academia Maçônica de Letras do DF, do Brasil, sociólogo e pós-graduado em Administração Pública e doutor em Ciência Política Panthéon-Sorbonne.
Lá ele aborda a crise financeira que hoje estamos vivendo e aponta que 99% dos economistas não sabem o que está acontecendo. Diz mais, que somente aqueles que acompanham há tempos, economistas ou não, a crise estão em condições de explicar o fenômeno, o que o leva a considerar a origem da crise com profundas raízes em passado muito remoto.Começando por volta da Segunda Guerra mundial (ufa!).
Do artigo destaquei o trecho abaixo, mas recomendo a leitura do todo, para conhecer a posição do autor.
Com a crise atingindo o cerne do sistema financeiro mundial algumas constatações podem ser anunciadas:

i) só uma superelite mundial está informada do que realmente está acontecendo;

ii) assiste-se, ainda in nuce, a uma perda de confiança nas instituições financeiras nacionais e multilaterais;

iii) a grande imprensa está mal-informada ou …;

iv) a crise atravessou o Atlântico norte contaminando a Europa que poderá sofrer mais que os EUA. O Tratado de Maastricht está muribundo;

v) os Bancos Centrais estão jogando trilhões de dólares na ânsia de salvar um sistema financeiro em bancarrota;

vii) o Federal Reserve Bank (o Banco Central dos EUA) transforma-se num banco de fomento para salvar os bancos comerciais e os de investimento;

viii) resgate de títulos podres com fundos públicos;

ix) enpoçamento da liquidez nacional e mundial;

x) pouco está se falando, mas abriu-se a caixa de Pandora da inflação mundial, que no momento está contida, mas… A inflação anualizada dos EUA em agosto foi de 10% e espera-se mais 10% em setembro…;

xi) o mundo assistirá a uma onda de regulamentação, principalmente na área dos derivativos;

xii) o déficit orçamentário dos EUA, que já é de 700 bilhões de dólares, deverá ser somado aos 700 bilhões de ajuda aos bancos…;

xiii) falência das instituições multilaterais - FMI, Banco Mundial e BIS – em gerir a crise;

xiv) os instrumentos clássicos de política monetária como a baixa de juros nos EUA e na Europa já não funcionam;

xv) qualquer outro país no mundo que sofresse o que os EUA estão passando, já estaria quebrado e com sua moeda em frangalhos.

VI – Conclusão

Dadas estas constatações, quais seriam as medidas para superar a crise?

As sugestões seriam as seguintes:

a) somente uma instituição tem condições de resolver a questão: a Presidência dos EUA. Somente um Presidente capaz e com muita experiênciano exercício do Poder e com uma equipe de altíssimo nível, não comprometida com os bancos ou fora de sua estrutura de poder…;

b) um novo Bretton Woods à la Roosevelt;

c) o dólar deverá ser salvo, pois todas as poupanças mundiais dos últimos 50 anos estão lastreadas nessa moeda;

e) isto não significa a manutenção da jogatina dos derivativos especulativos;

f) prioridade à economia física e aos fundos de pensão;

g) novo sistema de crédito mundial com taxas de juros fixas;

h) transformar as obrigações dos EUA em títulos de longo prazo com uma taxa de 1 a 2%;

i) remodelação do sistema dos bancos centrais;

j) programa mundial de investimento em infra-estrutura;

k) restaurar o Glass-Steagall Act de 1933 que proibia os bancos comerciais dos EUA se engajaram em operações de bancos de investimento.

Estas seriam medidas pragmáticas, contudo alguns analistas mais arrojados, propõem que se deve ser mais audacioso na solução e ligar o meio ambiente e problemas dedistribuição de renda em escala mundial na superação da crise.

Assiste-se no momento a uma drenagem de trilhões de dólares em bancos falidos, sem uma estratégia vigorosa de limpeza do lixo tóxico dos derivativos, pois os detendores destes papéis ainda dispõem de muito poder. Pior do que a situação do EUA, monitorada pelo FED, seria a Comunidade Européia que não dispõe de instituições centrais para monitorar a crise. Rezemos para que a China, financiadora do déficit dos EUA com suas imensas reservas, lastreadas em títulos do Tesouro Norte-americano, não comece a duvidar de sua credibilidade, vendendo-os no mercado. Aí sim, se atingirá um novo patamar na crise se os Triple A (os títulos dos Tesouro dos EUA) perderem sua credibilidade e o dólar sofrer fortíssima desvalorização.

A sorte está lançada, quem viver, verá… e não morreremos de tédio.

O corpo-bioplásmico

Recebi o material que segue abaixo de um amigo, por email. Acredito que seja mais um bom tema para debates. Quem se habilita?
Desde o século passado, vários cientistas se empenharam na descoberta de meios para provar a existência no homem do chamado corpo espiritual ou duplo-etéreo. Em 1943 Raoul Montandon publicou na Suíça um curioso livro intitulado De la Bête a l'Homme (Do Animal ao Homem), relatando pesquisas psicológicas que mostram semelhanças significativas entre o reino animal e o hominal e pesquisas científicas que provavam a existência nos animais de um corpo energético.
Essas pesquisas são relatadas no capítulo intitulado Sobrevivência Animal. Várias fotografias batidas com filmes sensíveis à luz infravermelha, de grupos de gafanhotos e insetos mortos com éter, revelavam ao lado dos animais mortos uma sombra semelhante ao corpo morto, enquanto ao lado dos que não haviam morrido, mas estavam em estado letárgico, não aparecia a mesma sombra.
No capitulo das fotografias psíquicas, batidas ocasionalmente ou em sessões mediúnicas experimentais, os anais espíritas apresentam impressionante volume de casos significativos, cercados de todos os recursos de garantia da autenticidade do fenômeno.
No caso atual das pesquisas soviéticas, com aparelhagem técnica de precisão, a demonstração da existência desse corpo extrafísico (para usarmos a expressão parapsicológica atual) foi decisiva. Os soviéticos, operando em comissão científica oficial, na Universidade de Alma-Ata, no Casaquestão, fizeram experiências com moribundos e conseguiram verificar a retirada total do corpo-bioplásmico dos mortos, cujos corpos materiais só então se cadaverizavam. Não tendo sido possível fotografar esse corpo depois do seu desprendimento do cadáver, empregaram a técnica de pesquisa por meio de detectores de pulsações biológicas e verificaram, surpreendidos, que as pulsações captadas indicavam a presença do corpo-bioplásmico no ambiente.
Bastam esses dados sumários ao objetivo deste livro. Dados mais completos e minuciosos já foram divulgados entre nós com a edição da tradução do livro de Sheila Ostrander e Lynn Schroeder, pesquisadoras norte-americanas que entrevistaram os cientistas soviéticos na URSS, e cujo trabalho foi editado pela imprensa da Universidade de Prentice Hall (USA) e posteriormente pela editora Bantam Books, de Nova torque.
A descoberta do corpo-bioplásmico constitui uma confirmação científica, proveniente do campo materialista, da teoria do perispírito. Segundo o Espiritismo, o perispírito é o corpo espiritual de que tratou o Apóstolo Paulo na I Epistola aos Corintos. Sua função é servir ao espírito como instrumento para a sua manifestação nos planos materiais. É através dele que o espírito se liga à matéria no processo da encarnação. Durante a Vida terrena ele é o agente das atividades orgânicas. Mantém a vida do corpo e serve de campo padronizador durante o desenvolvimento deste, a partir da fecundação, regendo a formação do embrião. Na morte, o perispírito se desliga progressivamente do corpo material, que só se cadaveriza com o seu desligamento total. Na maioria das pessoas o perispírito, após a morte, permanece nas proximidades do cadáver por tempo mais ou menos longo, em virtude da atracão que os despojos exercem ainda sobre o espírito. Esse corpo é considerado na doutrina espirita como semi-material, constituído de energias materiais e espirituais em integração. É o corpo da ressurreição, conforme já afirmava o Apóstolo Paulo.
Todas essas características do perispírito são confirmadas pelas observações dos cientistas soviéticos, que consideraram esse corpo como material, constituído por um plasma físico formado de partículas atômicas. Mas um fato intrigante aparece nas pesquisas soviéticas: esse corpo só pode ser visto e fotografado enquanto está ligado ao corpo material. Uma vez desprendido, não está mais ao alcance das câmaras kirlian. Somente os detectores de pulsações biológicas podem constatar a sua presença no ambiente. As câmaras kirlian, como já vimos, só podem agir sabre campos materiais imantados por correntes elétricas de alta freqüência. Desligado do corpo material, o corpo-bioplásmico ou perispírito não oferece condições para isso. Parece-me evidente o motivo por que ele, então se torna inacessível. Não está mais revestido de um campo material, embora contenha em sua própria estrutura energias materiais. O próprio nome cientifico dado a esse corpo-bioplásmico, mostra a sua função vital e a sua natureza plásmica. Esse problema entretanto, não é somente fisico. Na proporção em que o espírito, liberto da matéria, vai se integrando no mundo espiritual, seu perispírito vai se libertando dos elementos materiais.
A descoberta desse corpo pelos materialistas representa a maior vitória do Espiritismo e ao mesmo tempo a conquista mais importante da nossa era cientifica, pois com ela a Ciência terrena dá o primeiro passo para a sua futura fusão com a Ciência espiritual. Este é o mais significativo sinal de que estamos entrando na Era do Espírito. Oliver Lodge referiu-se ao túnel mediúnico, uma via de ligação do mundo material com o mundo espiritual, acentuando que esse túnel vem sendo cavado dos dois lados pelos homens e pelos espíritos. Quando os trabalhadores daqui e do além se encontrarem, o túnel estará aberto e a comunicação entre os dois planos se tornará tão fácil como as comunicações entre as várias regiões da Terra. Até agora somente os espíritas trabalhavam do lado de cá. De agora por diante, os cientistas também darão a sua cota de serviço.
A descoberta do corpo-bioplásmico e os estudos sobre as suas funções e a sua estrutura vêm também contribuir para que os enganos das religiões cristãs sejam corrigidos. Pouco a pouco a verdade se impõe e a mentira vai sendo afastada. A Religião, que constitui, como a Filosofia e a Ciência, uma das grandes províncias do Conhecimento, está prestes a retomar o seu lugar no plano cultural. Mas para isso as religiões sectárias deverão seguir aquela advertência de Jesus: perder a sua vida individual para fundir-se na vida coletiva, num processo livre de religiosidade universal que nos dará a Religião em Espírito e Verdade. Foi essa a profecia de Jesus à mulher samaritana.
Não há nenhuma outra saída para a crise religiosa do nosso tempo. As teologias artificiais, como a da Morte de Deus, são ensaios de vôo cego num céu vazio, nublado pela dúvida. A realidade é uma só. A confirmação positiva da existência do espírito, através da Ciência em desenvolvimento acelerado, porá um ponto final nas especulações religiosas. E não há nenhuma outra plataforma, na Terra, para a execução dessa reintegração da Religião no campo cultural, além da obra de Kardec. Os homens do futuro ficarão estarrecidos ao verem que tivemos todos os dados nas mãos para fazer essa integração em nosso tempo e não conseguimos fazê-la. Perguntarão a si mesmos o que nos faltou e talvez alguém lhes diga: humildade.
Fonte: J. Herculano Pires - Agonia das Religiões

Previsões e opiniões para o ano de 2009 - 4

- 26/03 - Em conferência pela internet, Barack Obama prevê mais perdas de emprego ao longo da crise...
- 26/03 - "O PIB (Produto Interno Bruto) terá crescimento nulo em 2009". A projeção é da CNI (Confederação Nacional da Indústria).
- 26/03 - Com indicadores acima do esperado, mercado aposta em fim da recessão nos EUA.
- 26/03 - Volume de crédito concedido em fevereiro cresceu 29,5% em relação a 2008.
- 26/03 - Link prevê queda de 20% em preços de minério da Vale, mas sugere compra de ações.

- 27/03 - Corte de 40% no minério da Vale é muito pior do que esperávamos, diz Link. A notícia é ruim e pesa sobre ações da mineradora; papéis ordinários caem 2,75% e preferenciais recuam 2,26% .

- 27/03 - Bradesco vê cenário ruim já incorporado às ações da Vale.

- 27/03 - Recessão na Europa e dólar em alta fazem preço do petróleo cair forte.

- 27/03 - Confiança do consumidor nos EUA fica acima do esperado em março.

- 27/03 - Vale confirma investimentos em Moçambique no valor de US$ 1,3 bilhão.

- 27/03 - Vale já teria aceitado corte de 40% no minério de ferro em acordo interino, diz Cisa

- 27/03 - Eletropaulo fecha acordo com prefeitura de São Paulo para receber R$ 516,3 milhões.

- 27/03 – Os gastos com consumo nos EUA aumentou 0,2 percento em fevereiro, enquanto as receitas reverteram os ganhos do mês anterior, segundo dados apresentados pelo governo.

- 27/03 - Lucro da Embraer despenca a menos da metade em 2008
- 27/03 -
Grã-Bretanha revisa queda do PIB para 1,6%, a maior desde 1980.
- 27/03 - Aracruz fecha ano com prejuízo de R$ 4 bilhões

- 27/03 - PIB da França fecha 4º trimestre com retração de 1%

- 27/03 - Lucro da indústria chinesa recua quase 40%, no primeiro bimestre.
- 27/03 - BID vê risco de instabilidade política na América Latina por causa da crise

- 27/03 - Vale: corte de 40% no minério surpreende analistas

- 27/03 - Governo espanhol aprova mais medidas contra a crise

- 27/03 - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai dizer aos banqueiros que todos estão juntos na crise, mas não tem uma agenda específica para a reunião prevista para esta sexta-feira, disse um assessor da Casa Branca a um canal de TV americana". Obama dirá a banqueiros que todos estão juntos na crise, diz assessor

quinta-feira, 26 de março de 2009

O Papa está certo!!!!!!!

O blog do Reinaldo Azevedo, na Veja.com, traz uma notícia das mais importantes e interessantes sobre prevenção da AIDS e a fala do Papa Bento 16 em Camarões. Diz a notícia, em resumo, que o Papa está certo e apresenta como argumento de fundo uma entrevista do médico e antropólogo Edward Green (foto), uma das maiores autoridades mundiais no estudo das formas de combate à expansão da AIDS. Parte danotícia transcrevo a sguir.
Há coisas que você jamais vai ler na imprensa brasileira porque, dada a sua “isenção” de propaganda, às vezes letal para a inteligência e a verdade, pouco importa a consideração de uma autoridade científica ou religiosa se o que elas dizem não coincide com a metafísica politicamente correta. Aceita-se a chamada pluralidade, mas sem exageros, é claro. Querem ver?
Vocês se lembram que, em Camarões — e, de fato, foi uma mensagem para o continente africano —, o Papa Bento 16 afirmou que a distribuição maciça de camisinhas não era o melhor programa de combate à AIDS. E disse que o problema poderia até se agravar. A estupidez militante logo entendeu, ou fingiu entender, que Sua Santidade contestara a eficiência do preservativo para barrar a transmissão do vírus. Bento 16 não tratava desse assunto, mas de coisa mais ampla. Referia-se a políticas públicas de combate à expansão da doença. Apanhou de todo lado. De todo mundo. No Brasil, noticiou-se a coisa com ares de escândalo. Os valentes nem mesmo investigaram os números no Brasil — a contaminação continua alta e EM ALTA em alguns grupos — e no mundo. Adiante.
Se você pesquisar um pouco, vai saber que o médico e antropólogo Edward Green (foto) é uma das maiores autoridades mundiais no estudo das formas de combate à expansão da AIDS. Ele é diretor do Projeto de Investigação e Prevenção da AIDS (APRP, na sigla em inglês), do Centro de Estudos sobre População e Desenvolvimento de Harvard. Pois bem. Green concedeu uma entrevista sobre o tema. E o que ele disse? O PAPA ESTÁ CERTO. AS EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS CONFIRMAM O QUE DIZ SUA SANTIDADE. Ora, como pode o papa estar certo? Vamos sonegar essa informação dos leitores.
Em entrevista aos sites National Review Online (NRO) e Ilsuodiario.net, Green afirma que as evidências que existem apontam que a distribuição em massa de camisinha não é eficiente para reduzir a contaminação na África. Na verdade, ao NRO, ele afirmou que não havia uma relação consistente entre tal política e a diminuição da contaminação. Ao Ilsuodiario, assumiu claramente a posição do papa — e, notem bem!, ele fala como cientista, como estudioso, não como religioso: “O que nós vemos de fato é uma associação entre o crescimento do uso da camisinha e um aumento da AIDS. Não sabemos todas as razões. Em parte, isso pode acontecer por causa do que chamamos ‘risco compensação” — literalmente, nas palavras dele ao NRO: “Quando alguém usa uma tecnologia de redução de risco, freqüentemente perde o benefício (dessa redução) correndo mais riscos do que aquele que não a usa”.
Pois é… Green também afirma que o chamado programa ABC — abstinência, fidelidade e, sim, camisinha (se necessário), que está em curso em Uganda — tem-se mostrado eficiente para diminuir a contaminação. E diz que o grande fator para a queda é a redução de parceiros sexuais. Que coisa, não?
NÃO É MESMO INCRÍVEL QUE SEXO MAIS RESPONSÁVEL CONTRIBUA PRA DIMINUIR OS CASOS DE CONTAMINAÇÃO? Pois é... Critico as campanhas de combate à AIDS no Brasil desde o Primeira Leitura, como sabem. E, aqui, desde o primeiro dia. Há textos às pencas no arquivo. A petralhada que se pensa cheia de veneno e picardia erótica gritava: “Você quer impor seu padrão religioso ao país...” Ou então: “Você não gosta de sexo...” Pois é. Vai ver Harvard escolheu um idiota católico e sexofóbico para dirigir o programa...
Bento 16 apanhou que deu gosto. E apanhou pelo que não disse — e ele jamais disse que a camisinha facilita a contaminação de um indivíduo em particular — e pelo que disse: a AIDS é, sim, uma doença associada ao comportamento de risco e, pois, às escolhas individuais. Sem que se mude esse compartamento, nada feito.
Pois é... O mundo moderno não aceita que as pessoas possam ter escolhas. Como já escrevi aqui certa feita, transformaram a camisinha numa nova ética. E, como tal, ela é de uma escandalosa ineficiência.
Fonte: Blog do Reinaldo Azevedo

O Papa está certo!!!!!!!

O blog do Reinaldo Azevedo, na Veja.com, traz uma notícia das mais importantes e interessantes sobre prevenção da AIDS e a fala do Papa Bento 16 em Camarões. Diz a notícia, em resumo, que o Papa está certo e apresenta como argumento de fundo uma entrevista do médico e antropólogo Edward Green (foto), uma das maiores autoridades mundiais no estudo das formas de combate à expansão da AIDS. Parte danotícia transcrevo a sguir.
Há coisas que você jamais vai ler na imprensa brasileira porque, dada a sua “isenção” de propaganda, às vezes letal para a inteligência e a verdade, pouco importa a consideração de uma autoridade científica ou religiosa se o que elas dizem não coincide com a metafísica politicamente correta. Aceita-se a chamada pluralidade, mas sem exageros, é claro. Querem ver?
Vocês se lembram que, em Camarões — e, de fato, foi uma mensagem para o continente africano —, o Papa Bento 16 afirmou que a distribuição maciça de camisinhas não era o melhor programa de combate à AIDS. E disse que o problema poderia até se agravar. A estupidez militante logo entendeu, ou fingiu entender, que Sua Santidade contestara a eficiência do preservativo para barrar a transmissão do vírus. Bento 16 não tratava desse assunto, mas de coisa mais ampla. Referia-se a políticas públicas de combate à expansão da doença. Apanhou de todo lado. De todo mundo. No Brasil, noticiou-se a coisa com ares de escândalo. Os valentes nem mesmo investigaram os números no Brasil — a contaminação continua alta e EM ALTA em alguns grupos — e no mundo. Adiante.
Se você pesquisar um pouco, vai saber que o médico e antropólogo Edward Green (foto) é uma das maiores autoridades mundiais no estudo das formas de combate à expansão da AIDS. Ele é diretor do Projeto de Investigação e Prevenção da AIDS (APRP, na sigla em inglês), do Centro de Estudos sobre População e Desenvolvimento de Harvard. Pois bem. Green concedeu uma entrevista sobre o tema. E o que ele disse? O PAPA ESTÁ CERTO. AS EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS CONFIRMAM O QUE DIZ SUA SANTIDADE. Ora, como pode o papa estar certo? Vamos sonegar essa informação dos leitores.
Em entrevista aos sites National Review Online (NRO) e Ilsuodiario.net, Green afirma que as evidências que existem apontam que a distribuição em massa de camisinha não é eficiente para reduzir a contaminação na África. Na verdade, ao NRO, ele afirmou que não havia uma relação consistente entre tal política e a diminuição da contaminação. Ao Ilsuodiario, assumiu claramente a posição do papa — e, notem bem!, ele fala como cientista, como estudioso, não como religioso: “O que nós vemos de fato é uma associação entre o crescimento do uso da camisinha e um aumento da AIDS. Não sabemos todas as razões. Em parte, isso pode acontecer por causa do que chamamos ‘risco compensação” — literalmente, nas palavras dele ao NRO: “Quando alguém usa uma tecnologia de redução de risco, freqüentemente perde o benefício (dessa redução) correndo mais riscos do que aquele que não a usa”.
Pois é… Green também afirma que o chamado programa ABC — abstinência, fidelidade e, sim, camisinha (se necessário), que está em curso em Uganda — tem-se mostrado eficiente para diminuir a contaminação. E diz que o grande fator para a queda é a redução de parceiros sexuais. Que coisa, não?
NÃO É MESMO INCRÍVEL QUE SEXO MAIS RESPONSÁVEL CONTRIBUA PRA DIMINUIR OS CASOS DE CONTAMINAÇÃO? Pois é... Critico as campanhas de combate à AIDS no Brasil desde o Primeira Leitura, como sabem. E, aqui, desde o primeiro dia. Há textos às pencas no arquivo. A petralhada que se pensa cheia de veneno e picardia erótica gritava: “Você quer impor seu padrão religioso ao país...” Ou então: “Você não gosta de sexo...” Pois é. Vai ver Harvard escolheu um idiota católico e sexofóbico para dirigir o programa...
Bento 16 apanhou que deu gosto. E apanhou pelo que não disse — e ele jamais disse que a camisinha facilita a contaminação de um indivíduo em particular — e pelo que disse: a AIDS é, sim, uma doença associada ao comportamento de risco e, pois, às escolhas individuais. Sem que se mude esse compartamento, nada feito.
Pois é... O mundo moderno não aceita que as pessoas possam ter escolhas. Como já escrevi aqui certa feita, transformaram a camisinha numa nova ética. E, como tal, ela é de uma escandalosa ineficiência.

Fonte: Blog do Reinaldo Azevedo

quarta-feira, 25 de março de 2009

Previsões e opiniões para o ano de 2009 - 3

- 23/03 - Barack Obama pediu que países adotem medidas valentes contra a crise na Cúpula do G20...
- 23/03 - Coreia do Sul anunciou plano econômico de aproximadamente US$ 20,7 bilhões, o maior desde 1998...
- 23/03 - Embraer confirma venda de 24 aeronaves Super Tucano para o Equador...
- 23/03 - O maior problema da crise, desemprego: "Segundo Abhisit Vejjajiva, primeiro-ministro do país da Tailândia, a crise deixará cerca de 1 milhão de pessoas desempregadas no país..." e as empresas indo para o buraco, "A Finance Leasing, firma de leasing de aviões da fabricante estatal russa United Aircraft,, declarou moratória..."
- 23/03 - "Calote de estatal russa traz de volta sombra de 1998." A situação por lá está piorando cada vez mais, espero que eles não venham a nos prejudicar indiretamente.
- 23/03 - "Japão poderá injetar mais US$ 200 bilhões para estimular economia..." Todo pacote de estímulo é bem vindo, mas se realizará?
- 23/03 - Segundo o relatório Focus, como deve se comportar o PIB brasileiro? "Enquanto na semana passada a mediana havia ficado em 0,59%, na consulta atual o número beirou 0,01%."
- 23/03 - "Em tempos marcados pela reorganização corporativa, o governo da China pretende criar cinco siderúrgicas em três anos, que corresponderiam a 45% de toda oferta de aço no país." Para as mineradoras isto é péssimo visto que o poder de barganha do setor siderúrgico aumentaria consideravelmente em relação as suas fornecedoras como a VALE. Também seria ruim para as siderúrgicas brasileiras visto que, empresas chinesas maiores e mais fortes, com custos menores, iria aumentar a competição no setor afetando a lucratividade destas. Quero lembrar que as empresas chinesas vêm exportando produtos siderúrgicos para o mundo todo após a crise. Para os ex-alunos de análise fundamentalista, isto é a visão de uma análise setorial.
- 23/03 - versão atualizada do relatório Focus, documento que mostra quais são as estimativas do mercado para 2009 e 2010. A perspectiva de desaceleração econômica continua chamando atenção nesta edição, com previsão que o PIB (Produto Interno Bruto) avance menos no ano vigente. Enquanto na semana passada a mediana havia ficado em 0,59%, na consulta atual o número beirou 0,01%.
- 24/03 - O Governo irá emprestar US$ 700 milhões para Aerolíneas Argentinas comprar 20 aviões da Embraer...
- 24/03 - O diretor da BlackRock, Bob Doll, divulgou na segunda-feira (23) relatório comentando a atual situação da economia norte-americana. Lá pode se encontrar no que diz respeito à economia mais ampla, alguns sinais recentes podem sugerir que estamos chegando a um ponto de inflexão. Isto não sugere, porém, que a economia está prestes a se recuperar, mas aponta para um grau de estabilização e um potencial fim das graves taxas de declínio. "Neste momento, acreditamos que há alguma probabilidade de que assistirmos ao início de uma recuperação econômica ao final do ano". Para o mercado de ações, uma perspectiva clara continua sendo difícil de se estimar. O recente rali foi importante, mas resta saber se é sustentável. No longo prazo, a perspectiva é de que ações apresentem valores atrativos, sobretudo quando comparadas ao retorno oferecido por outras aplicações, como Treasuries.
- 24/03 - Em entrevista à InfoMoney, o banqueiro Luiz Cesar Fernandes diz que “A principal dificuldade é fazer com que as pessoas esqueçam do passado. Existia um mundo até dezembro de 2007; e um mundo de janeiro de 2008 em diante. O desafio é essas pessoas se adaptarem ao novo mundo.” E acrescenta: “O segundo grande desafio é convencer as empresas brasileiras de que a crise vai chegar em todo mundo, e que elas se antecipem, pedindo auxílio de bancos de investimento especializados.” Perguntado sobre se acredita na possibilidade de recessão do Brasil em 2009, ele responde: : “Não acredito em recessão no Brasil, porque é um País muito mais diluído do que outras nações. Não sei se quer me chamar de otimista, mas acho que vamos ficar (com crescimento do PIB) entre 1% e 1,5%. Como todo o mercado, o (relatório) Focus é de rebanho. Se pegar o Focus de duas semanas atrás, a taxa de juros estava a 11,75%. O Focus tem uma distorção enorme, porque pega o efeito manada.”
- 24/03 - Pesquisa Febraban (Federação Brasileira de Bancos) de Projeções e Expectativas de Mercado divulgada nesta terça-feira (24) mostrou menores estimativas para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) para este ano e um Copom (Comitê de Política Monetária) bem menos conservador, em comparação com a última análise.

Vinho branco é ideal para os dias quentes

Por ser mais refrescante, o vinho de altitude vai bem em dias quentes.
O hábito de beber vinho branco ainda não é comum no país, embora seu sabor e aroma combinem perfeitamente com o clima quente do verão brasileiro. Para quem deseja aguçar o paladar e experimentar algumas boas opções dessa bebida refrescante, valem algumas dicas sobre origem, tradição e tipos de uvas.
Entre as variedades de vinhos brancos com bom preço, as bebidas elaboradas a partir de uvas Torrontés, cultivadas em Cafayate, na região de Salta, na Argentina, podem ser uma boa surpresa. A região possui diferenças drásticas de temperatura pela manhã e à noite, clima frio, boa drenagem de solo e vinhedos - cultivados desde o século XIX - a mais de 1.500 metros de altitude. Essas condições favorecem a produção de vinhos brancos refrescantes e de qualidade.
Entre os produtos dessa região, um destaque é o Cuma, da vinícola Michel Torino, importado no Brasil pela Bruck. O vinho é elaborado a partir de vinhedos situados a 1.700 metros. Os vinhedos seguem o padrão de cultivo orgânico, desde os anos 90, e receberam certificação nessa área em 2005. O resultado é um vinho refrescante, com boa acidez e aromas cítricos e florais bem equilibrados.
Outro destaque leva o nome das uvas. O Torrontés, elaborado pela San Pedro de Yacochuya, pertencente à família Etchart. Os vinhedos estão a uma altitude superior a 2.000 metros e dão origem a um Torrontés seco, com aromas cítricos e notas florais, fazendo par com aroma de creme. O vinho possui muito frescor e um final muito agradável.
Com aromas florais bem presentes, o Crios, de Susana Balbo, Torrontés 2007, mostrou também untuosidade e acidez na boca, equilibrando seus quase 14% de álcool. Os aromas cítricos também estão presentes neste vinho jovial e vibrante.
Elaborado com uvas provenientes de vinhedos acima dos 1.600 metros de altitude, o Alta Vista Premium Torrontés 2007, da Bodega Alta Vista, apresenta aromas cítricos, florais e uma mineralidade discreta.
Fonte: Carlos Alberto Barbosa

Vinho branco é ideal para os dias quentes

Por ser mais refrescante, o vinho de altitude vai bem em dias quentes.
O hábito de beber vinho branco ainda não é comum no país, embora seu sabor e aroma combinem perfeitamente com o clima quente do verão brasileiro. Para quem deseja aguçar o paladar e experimentar algumas boas opções dessa bebida refrescante, valem algumas dicas sobre origem, tradição e tipos de uvas.
Entre as variedades de vinhos brancos com bom preço, as bebidas elaboradas a partir de uvas Torrontés, cultivadas em Cafayate, na região de Salta, na Argentina, podem ser uma boa surpresa. A região possui diferenças drásticas de temperatura pela manhã e à noite, clima frio, boa drenagem de solo e vinhedos - cultivados desde o século XIX - a mais de 1.500 metros de altitude. Essas condições favorecem a produção de vinhos brancos refrescantes e de qualidade.
Entre os produtos dessa região, um destaque é o Cuma, da vinícola Michel Torino, importado no Brasil pela Bruck. O vinho é elaborado a partir de vinhedos situados a 1.700 metros. Os vinhedos seguem o padrão de cultivo orgânico, desde os anos 90, e receberam certificação nessa área em 2005. O resultado é um vinho refrescante, com boa acidez e aromas cítricos e florais bem equilibrados.
Outro destaque leva o nome das uvas. O Torrontés, elaborado pela San Pedro de Yacochuya, pertencente à família Etchart. Os vinhedos estão a uma altitude superior a 2.000 metros e dão origem a um Torrontés seco, com aromas cítricos e notas florais, fazendo par com aroma de creme. O vinho possui muito frescor e um final muito agradável.
Com aromas florais bem presentes, o Crios, de Susana Balbo, Torrontés 2007, mostrou também untuosidade e acidez na boca, equilibrando seus quase 14% de álcool. Os aromas cítricos também estão presentes neste vinho jovial e vibrante.
Elaborado com uvas provenientes de vinhedos acima dos 1.600 metros de altitude, o Alta Vista Premium Torrontés 2007, da Bodega Alta Vista, apresenta aromas cítricos, florais e uma mineralidade discreta.
Fonte: Carlos Alberto Barbosa

terça-feira, 24 de março de 2009

Onde você coloca o sal?

O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo dágua e bebesse.
- Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.
- Ruim. Disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.
Então o velho disse:
- Beba um pouco dessa água.
Enquanto a água corria pelo queixo do jovem, o Mestre perguntou:
- Qual é o gosto?
- Bom! - disse o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? - perguntou o Mestre.
- Não. - disse o jovem.
O Mestre então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.
Em outras palavras:
É deixar de ser Copo para tornar-se um Lago.
(Pensamento Zen-Budista)

*Somos o que fazemos, mas somos principalmente o que fazemos para mudar o que somos.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Previsões e opiniões para o ano de 2009 - 2

Mudei um pouco o título da série de posts que pretendo apresentar aqui para o ano de 2009. O espírito conyinua o mesmo. Haverão mais acertos, ou erros? ou será que fica equilibrado? Quem se aventura com um prognóstico?
- 17/03 - Paul Krugman, Prêmio Nobel de Economia 2008: "esgotaram-se as ferramentas convencionais para sair da crise. Os governos precisam adotar medidas mais drásticas."
- 17/03 - Bank of America Merrill Lynch prevê um crescimento de 0,8% para o PIB brasileiro em 2009...
- 17/03 - O número de construções de casas nos Estados Unidos registrou avanço de 22,2% em fevereiro, chegando a uma taxa anualizada de 583 mil unidades. O resultado surpreendeu os analistas, que esperavam uma nova queda, depois de o índice ter atingido um patamar recorde de baixa em janeiro. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pelo Departamento do Comércio.
-17/03 - "O Housing Starts, que mensura o nível anualizado de casas em início de construção nos EUA, registrou 583 mil novas casas em fevereiro, superando as projeções dos analistas.", "...a expectativa do mercado indicava 450 mil" Mas ainda não podemos comemorar...
- 17/03 - "O Instituto de Finanças Internacionais, maior associação de bancos do mundo, acredita que a América Latina irá contrair 0,3% em 2009..."
- 17/03 - "Bank of America Merrill Lynch prevê um crescimento de 0,8% para o PIB brasileiro em 2009..." e "Morgan Stanley prevê uma retração de 4,5% para o PIB brasileiro em 2009.
Lula rebate dizendo que o banco não conseguiu nem prever o que aconteceu com ele mesmo..."
- 17/03 - "Enfrentando a crise, a rede de lanchonetes Bob's irá criar 1.200 postos de trabalho no Brasil com a abertura de 90 pontos de venda..."
- 17/03 - "Crise afasta consumidor do crédito; procura recua 10,5% em fevereiro."
- 17/03 - "Anglo American revisa projetos no Brasil. Companhia americana adiou o que era possível e reduziu o ritmo das obras já em andamento."
- 20/03 - O FMI que geralmente é otimista em suas previsões já está considerando a hipótese de recessão mundial: "Fundo Monetário Internacional fez novas previsões, e pessimistas, sobre o crescimento mundial. Segundo o FMI, o PIB mundial terá sua primeira contração desde a Segunda Guerra Mundial..."
- 20/03 - "Carlos Lupi, ministro do Trabalho, prevê a criação de 100.000 empregos formais em março e um total de 1,5 milhão em 2009"
- 20/03 - "Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base mostra que 74% das empresas esperam uma queda no lucro em 2009..."
- 20/03 - Esta previsão otimista é do governo: "A previsão do Produto Interno Bruto (PIB) de 2009 foi reduzida para 2%, contra os 4% inicialmente projetados."
- 20/03 - O governo da China bloqueou a oferta da Coca-Cola pela fábrica da sucos Huiyuan. O que isto tem haver com o setor siderúrgico e as mineradoras? A China queria comprar um pedaço da Rio Tinto que está com a "corda no pescoço", ou seja, com uma elevada dívida por vencer no curto prazo. Se os chineses não conseguirem entrar no capital desta devido a um protecionismo semelhante e justificado ao chinês por parte dos australianos, ela poderá ficar desesperada e vender sua produção mais barata forçando uma redução drástica nos preços das commodities. Outras hipóteses podem ocorrer neste meio do caminho, mas está ficando difícil para as mineradoras. Parece que as siderúrgicas chinesas se juntaram para a negociação com as mineradoras e assim aumentaram o seu poder de barganha. Esta guerra vai ser grande.
- 20/03 – Os analistas do Goldman Sachs perguntam: "o que pode dar certo para a economia mundial?". Felizmente, ao menos no campo hipotético, são várias as respostas:
• o consumo de norte-americanos, britânicos e alemães retoma força.
• a derrocada do setor imobiliário dos EUA encontra sua inflexão.
• O Talf (Term Asset-Backed Loan Facility, recém-introduzido para facilitar as condições de crédito, nos EUA) se torna um sucesso.
• aumenta a cooperação internacional.
• os Brics (Brasil, Rússia, Índia e China) voltam a empolgar.
- 20/03 - A nova estimativa do governo é de crescimento de 2% este ano. Bem mais modesta que os 3,5% anteriores, mas ainda otimista se comparada ao que os analistas projetam. Citando alguns, a agência de classificação de risco vê estagnação da economia brasileira este ano; a FitchTendências Consultoria aposta em tímido avanço de 0,3%; o Credit Suisse enxerga crescimento de 1,3%, mas diz que o risco de recessão é significativo.
- 20/03 - "Risco de recessão na economia brasileira é elevado e dependerá de quão extensas serão a crise externa e a contração do crédito", argumenta o banco suíço Credit Suisse. Marcela Prada, economista da Tendências Consultoria, espera queda de 0,9% no PIB referente ao primeiro trimestre deste. "Configuraria um caso de recessão técnica".
- 22/03 - Segundo Abhisit Vejjajiva, primeiro-ministro da Tailândia, a crise deixará cerca de 1 milhão de pessoas desempregadas no país...
- 22/03 - Em uma entrevista à rede CBS, o presidente Barack Obama diz estar vendo luzes de esperança para a economia norte-americana...
- 22/03 - Chakib Khelil, ministro da Energia argelino, acredita que o preço do barril de petróleo flutue até US$ 60 no fim de 2009...
- 22/03 - Alan Greenspan, ex-presidente do Federal Reserve, elogiou nesta sexta-feira (20/03) o governo do presidente Barack Obama...

Peixes frescos

Os japoneses sempre adoraram peixe fresco. Porém, as águas perto do Japão não produzem muitos peixes há décadas.
Assim, os japoneses aumentaram o tamanho dos navios pesqueiros e começaram a pescar a mais longe do que nunca. Se a viagem de volta levasse mais do que alguns dias, o peixe já não era mais fresco. Para resolver este problema, os japoneses instalaram congeladores em seus barcos. Eles pescavam e congelavam os peixes em alto-mar.
Os japoneses conseguiram notar a diferença entre peixe fresco e peixe congelado e, é claro, eles não gostaram do peixe congelado.
Então, eles instalaram tanques de peixe nos navios pesqueiros. Eles podiam pescar e enfiar esses peixes nos tanques como 'sardinhas'.
Depois de certo tempo, pela falta de espaço, eles paravam de se debater e não se moviam mais. Eles chegavam vivos, porém cansados e abatidos.
Por não se mexerem por dias, os peixes perdiam o gosto de fresco. Os japoneses preferiam o gosto de peixe fresco e não o gosto de peixe apático.
Como os japoneses resolveram este problema? Antes da resposta, leia o que vem abaixo.
Quando as pessoas atingem seus objetivos, tais como ter um empreendimento altamente rentável, ter um relacionamento amoroso maravilhoso, ou ganhar na loteria, ainda assim elas poderão, com o passar do tempo, perder suas paixões.
A sensação de estabilidade pode gerar um sentimento de apatia e de relaxamento, a ponto das pessoas não desejarem mais buscar por novos desafios.
É o caso dos ganhadores de loteria, que gastam todo seu dinheiro, dos herdeiros, que nunca crescem, e de donas-de-casa, entediadas, que ficam dependentes de remédios de tarja preta.
Para esses problemas, inclusive no caso dos peixes dos japoneses, a solução é bem simples.
No começo dos anos 50, L. Ron Hubbard disse: 'O homem progride, estranhamente, somente perante a um ambiente desafiador'.
Se seus desafios estão de um tamanho correto e você consegue, passo a passo, conquistar esses desafios, você fica muito feliz.
Você pensa em seus desafios e se sente com mais energia. Você fica excitado e com vontade de tentar novas soluções. Você se diverte. Você fica vivo!
Assim, para conservar o gosto de peixe fresco, as empresas de pesca japonesas ainda colocam os peixes dentro de tanques, nos seus barcos. Porém eles também adicionam um pequeno tubarão em cada tanque. O tubarão come alguns peixes, mas a maioria dos peixes chega 'muito vivo'.
Portanto, como norma de vida, ao invés de evitar desafios, pule dentro deles. Massacre-os. Curta o jogo. Se seus desafios são muito grandes e numerosos, não desista, se reorganize! Busque mais determinação, mais conhecimento e mais ajuda.
Se você alcançou seus objetivos, coloque objetivos maiores.
Uma vez que suas necessidades pessoais ou familiares forem atingidas, vá ao encontro dos objetivos do seu grupo, da sociedade e, até mesmo, da humanidade.
Crie seu sucesso pessoal e não se acomode nele. Você tem recursos, habilidades e destrezas para fazer a diferença.
Ponha um 'tubarão no seu tanque' e veja quão longe você realmente pode chegar.
Mas , se isso ainda é difícil para você, se você não consegue sair de sua zona de conforto, criar um ambiente desafiador, encarar o tubarão não desista, busque ajuda.

Peixes frescos

Os japoneses sempre adoraram peixe fresco. Porém, as águas perto do Japão não produzem muitos peixes há décadas.
Assim, os japoneses aumentaram o tamanho dos navios pesqueiros e começaram a pescar a mais longe do que nunca. Se a viagem de volta levasse mais do que alguns dias, o peixe já não era mais fresco. Para resolver este problema, os japoneses instalaram congeladores em seus barcos. Eles pescavam e congelavam os peixes em alto-mar.
Os japoneses conseguiram notar a diferença entre peixe fresco e peixe congelado e, é claro, eles não gostaram do peixe congelado.
Então, eles instalaram tanques de peixe nos navios pesqueiros. Eles podiam pescar e enfiar esses peixes nos tanques como 'sardinhas'.
Depois de certo tempo, pela falta de espaço, eles paravam de se debater e não se moviam mais. Eles chegavam vivos, porém cansados e abatidos.
Por não se mexerem por dias, os peixes perdiam o gosto de fresco. Os japoneses preferiam o gosto de peixe fresco e não o gosto de peixe apático.
Como os japoneses resolveram este problema? Antes da resposta, leia o que vem abaixo.
Quando as pessoas atingem seus objetivos, tais como ter um empreendimento altamente rentável, ter um relacionamento amoroso maravilhoso, ou ganhar na loteria, ainda assim elas poderão, com o passar do tempo, perder suas paixões.
A sensação de estabilidade pode gerar um sentimento de apatia e de relaxamento, a ponto das pessoas não desejarem mais buscar por novos desafios.
É o caso dos ganhadores de loteria, que gastam todo seu dinheiro, dos herdeiros, que nunca crescem, e de donas-de-casa, entediadas, que ficam dependentes de remédios de tarja preta.
Para esses problemas, inclusive no caso dos peixes dos japoneses, a solução é bem simples.
No começo dos anos 50, L. Ron Hubbard disse: 'O homem progride, estranhamente, somente perante a um ambiente desafiador'.
Se seus desafios estão de um tamanho correto e você consegue, passo a passo, conquistar esses desafios, você fica muito feliz.
Você pensa em seus desafios e se sente com mais energia. Você fica excitado e com vontade de tentar novas soluções. Você se diverte. Você fica vivo!
Assim, para conservar o gosto de peixe fresco, as empresas de pesca japonesas ainda colocam os peixes dentro de tanques, nos seus barcos. Porém eles também adicionam um pequeno tubarão em cada tanque. O tubarão come alguns peixes, mas a maioria dos peixes chega 'muito vivo'.
Portanto, como norma de vida, ao invés de evitar desafios, pule dentro deles. Massacre-os. Curta o jogo. Se seus desafios são muito grandes e numerosos, não desista, se reorganize! Busque mais determinação, mais conhecimento e mais ajuda.
Se você alcançou seus objetivos, coloque objetivos maiores.
Uma vez que suas necessidades pessoais ou familiares forem atingidas, vá ao encontro dos objetivos do seu grupo, da sociedade e, até mesmo, da humanidade.
Crie seu sucesso pessoal e não se acomode nele. Você tem recursos, habilidades e destrezas para fazer a diferença.
Ponha um 'tubarão no seu tanque' e veja quão longe você realmente pode chegar.
Mas , se isso ainda é difícil para você, se você não consegue sair de sua zona de conforto, criar um ambiente desafiador, encarar o tubarão não desista, busque ajuda.

Sobre o uso do hífen na nova ortografia

Recebí de meu amigo André, uma dica interessante sobre como usar o hífen, de acordo com a nova ortografia. Dis ele que existem algumas excessões, mas que não sabe quais são. Quem saberia?
Dica legal para a assimilação das mudanças na utilização do hífen
Pensem naquele velho ditado:
"Os diferentes se atraem e os iguais se repelem."
Exemplos:
anti-inflacionário (vogais iguais= coloca-se o hífen)
antiamericanismo (vogais diferentes =não se coloca o hífen e fica juntinho)
super-romântico (consoantes iguais = coloca-se o hífen )
supermoderno (consoantes diferentes = não se coloca o hífen e fica juntinho)
Atenção: se prefixo terminar com vogal e o segundo elemento com R ou S, se junta e dobra esta consoante. Ex.: antirracismo, antissocial.

Sobre o uso do hífen na nova ortografia

Recebí de meu amigo André, uma dica interessante sobre como usar o hífen, de acordo com a nova ortografia. Dis ele que existem algumas excessões, mas que não sabe quais são. Quem saberia?
Dica legal para a assimilação das mudanças na utilização do hífen
Pensem naquele velho ditado:
"Os diferentes se atraem e os iguais se repelem."
Exemplos:
anti-inflacionário (vogais iguais= coloca-se o hífen)
antiamericanismo (vogais diferentes =não se coloca o hífen e fica juntinho)
super-romântico (consoantes iguais = coloca-se o hífen )
supermoderno (consoantes diferentes = não se coloca o hífen e fica juntinho)
Atenção: se prefixo terminar com vogal e o segundo elemento com R ou S, se junta e dobra esta consoante. Ex.: antirracismo, antissocial.

sábado, 21 de março de 2009

O melhor comissário de voo da atualiade

Vejam que interessante. Isto é bom atendimento e diferencial competitivo. Notem que tem passageiro fazendo coro com o comissário.

Substituto para Galvão Bueno na Globo?

O site PlanetaTV publicou no último dia 16/03:
Rede Globo procura substituto para Galvão Bueno, informa jornal
16/03/09 - 17:29

De acordo com informações do jornalista Ricardo Feltrin da coluna Ooops!, a Rede Globo passou os últimos meses procurando, em sigilo, um locutor esportivo de primeira linha, que se transforme um dia numa espécie de "sucessor" de Galvão Bueno.
A emissora estaria atrás de um novo nome, que não seja conhecido nem no rádio. Segundo a coluna, essa "caça" não significa que Galvão, 59, vá se aposentar em breve.
Ele só deve pensar em parar após a Copa do Mundo no Brasil, em 2014, quando terá 64 anos. Mas o ponto é que a Globo pensa tudo de forma tão estratégica e antecipada, que já procura o "novo Galvão".

No ano passado, a emissora chegou a fazer uma oficina de locutores esportivos. Vários nomes foram chamados, fizeram exercícios e testes, mas ninguém foi aprovado. A preocupação então cresceu.
Na "hierarquia" de locutores, a Globo tem Cléber Machado e Luiz Roberto. Cléber também acaba de renovar contrato, após sofrer assédio pesado da Record. Ainda assim é muito pouco para a emissora, que ainda detém
o monopólio das transmissões da maioria dos esportes nacionais.

Sobre a Petrobras

A Infomoney relata entrevista com o Gerente de RI da Petrobras. Ele afirma que a empresa está "investindo na hora certa". Em evento realizado pela Ativa Corretora, Paulo Campos ainda disse que companhia "vai sair fortalecida da crise".
Da matéria da Infomoney, destaco os seguintes pontos.
"Acreditamos que estamos absolutamente certos, investindo na hora certa", disse Campos quando questionado sobre a viabilidade dos US$ 174,4 bilhões que serão aplicados pela empresa em meio à atual crise financeira. Para ele, a Petrobras "vai sair fortalecida da crise", principalmente em função da continuidade dos investimentos.
Pré-sal norteia otimismo
Durante encontro promovido pela Ativa Corretora, o gerente da Petrobras deixou claro que o otimismo de longo prazo se apóia principalmente nas expectativas favoráveis para a camada do pré-sal, alvo de investimentos de US$ 28,4 bilhões pela empresa até 2013.
Neste sentido, Campos afirmou que quando as reservas já descobertas na região forem totalmente incorporadas à carteira da Petrobras, a companhia se tornará a número um do mundo em termos de reservas provadas (grifo meu), ultrapassando a gigante norte-americana Exxon e outras grandes concorrentes, como Shell e BP.
Além disso, o executivo ressaltou que os técnicos da petrolífera garantiram que a exploração da área é viável com o barril de petróleo sendo cotado até US$ 30, embora acredite que o preço do combustível deva encerrar o ano em uma média de US$ 70, conforme prevê a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo).
Por fim, questionado sobre a possibilidade da Petrobras encontrar novas reservas de óleo, Campos foi enfático ao afirmar que a companhia "tem novas descobertas a serem anunciadas".

sexta-feira, 20 de março de 2009

Quer consertar alguma coisa? aqui vão algumas dicas

A revista Veja, em matéria de 09/11/2005, com o título Artesãos de mão cheia, publicou uma lista de especialistas na arte de consertar roupas e objetos.
Não sei se ainda existem tais profissionais, mas não custa apresentar aqui e verificar, quando necessário for. A maioria tem telefone. Não custa consultar.
1 - ABAJURES E LUSTRES
- LAMPADÁRIO SÃO JOSÉ, Rua General Polidoro, 20, loja G, Botafogo, 2541-3096. 8h/18h (seg. a sex.).
- LUMIÈRE, Rua Raimundo Correia, 27, loja A, Copacabana, 2236-1270. 9h/19h (seg. a sex.) e 9h/14h (sáb.).
2 - CANETAS, CACHIMBOS E ISQUEIROS
- JOSIAS – REPAROS E VENDAS, Rua Uruguaiana, 118, sala 608, Centro, 3852-7643 e 2221-1019. 9h/18h (seg. a sex.).
- PERITO DOS CACHIMBOS, Rua da Quitanda, 47, sala 306, Centro, 2242-1097. 9h/19h (seg. a sex.).
3 - CASACOS DE COURO E PELE
- ALVES CONSERTOS, 2274-6208. Atendimento com hora marcada.
- GERALDO SPOZEL, Rua Siqueira Campos, 75, loja A, Copacabana, 2548-2693 ou 2235-4553. 9h/19h (seg. a sex.) e 9h/13h (sáb.).
4 - CERZIDOS
- CERZIDEIRA MALHEIROS, Rua Siqueira Campos, 53, sala 502, Copacabana, 2255-9692. 9h/18h (seg. a sex.) e 9h/12h (sáb.).
5 - CHAPÉUS
- CHAPELARIA PORTO, Rua Senador Pompeu, 114, sobrado, Centro, 2253-9605. 9h/18h (seg. a sex.).
6 - CRISTAIS, PRATAS E PORCELANAS
- AO FAZ TUDO, Rua Visconde do Rio Branco, 17, Centro, 2508-9415. 8h30/17h30 (seg. a sex.) e 9h/14h (sáb.).
- ARNAUD MARCOLINO RESTAURAÇÕES, Rua Arnaldo Quintela, 107, Botafogo, 2541-0597. 9h/19h (seg. a sex.) e 9h/13h (sáb.).
7 - DISCOS DE VINIL
- DIGITAL PS MASTERIZAÇÕES, 2537-8087 ou 3902-2505. Atendimento com hora marcada.
8 - FITAS DE VÍDEO
- ANTÔNIO ALBUQUERQUE FILHO, 2225-3529 ou 9199-5174.
9 - FOTOS
- FOTO SIROTA, Avenida Rio Branco, 133, sala 606, Centro, 2508-8276 e 2224-7186. 8h30/18h (seg. a sex.).
10 - GUARDA-CHUVAS
- TIA LU, Avenida Passos, 56, Centro, 2509-0151. 9h/18h (seg. a sex.) e 9h/13h (sáb.).
11 - JÓIAS E BIJUTERIAS
- TONY JÓIAS, Rua Francisco Sá, 95, loja O, Copacabana, 2287-2349. 10h/18h (seg. a sex.).
12 - LIMPEZA DE ESTOFADOS
- PROTEJA, Rua Almirante Pereira Guimarães, 72/201, Leblon, 2294-2359. Atendimento com hora marcada.
13 - MALAS
- REI DAS MALAS, Rua Senhor dos Passos, 96, Centro, 2224-2750 e 2242-4453. 9h/18h (seg. a sex.) e 8h30/13h (sáb.).
14 - MANCHAS EM TECIDOS
- LAVANDERIA BRANCA DE NEVE, Rua Almirante Gonçalves, 15-B, Copacabana, 2521-4949. Filial no Recreio dos Bandeirantes, 2490-4007.
15 - MÓVEIS
- RESTAURADOR JOSÉ DOS ANJOS, 2293-7296 e 9813-3588. 8h/20h (seg. a sex.). Visitas com hora marcada.
16 - OBRAS DE ARTE EM PAPEL
- ATELIÊ LÚCIA VILASECA, Rua Paulo Barreto, 98, casa 11, Botafogo, 2275-5359. 9h/17h (seg. a sex.).
17 - RELÓGIOS
- CASA LEAL, Rua Visconde de Pirajá, 281, sobreloja 218, Ipanema, 2521-0787. 10h/18h (seg. a sex.) e 10h/13h (sáb.). Filial Copacabana (2255-4810).
18 - ROUPAS FINAS
- OFICINA ESPERANZA CRESPI, Rua Visconde de Pirajá, 577, sala 203, Ipanema 2259-4767. 8h/17h45 (seg. a sex.). Atendimento com hora marcada.
19 - SAPATOS
- SAPATARIA JANGADEIROS, Rua Jangadeiros, 15-C, Ipanema, 2247-2922. 8h/19h (seg. a sex.) e 8h/13h (sáb.).
20 - TAPETES
- ISFAHAN, Avenida Epitácio Pessoa, 1772, Lagoa, 2523-1141. 9h30/18h30 (seg. a sex.) e 10h/15h (sáb.).
21 - TÊNIS
- TECTÊNIS, Rua Barão de Itapagipe, 264, loja 104, Rio Comprido, 2273-4994. 8h/18h (seg. a sex.). Informações sobre coleta no site www.tectenis.com.br.

60 dicas para proteger o planeta

Economizar energia é proteger o PLANETA. Cada um tem que fazer sua parte e não esperar que o outro faça... Aí vão as dicas.
1. Tampe suas panelas enquanto cozinha. Parece obvio, não é? E é mesmo! Ao tampar as panelas enquanto cozinha você aproveita o calor que simplesmente se perderia no ar.
2. Use uma garrafa térmica com água gelada. Compre daquelas garrafas térmicas de acampamento, de 2 ou 5 litros. Abasteça-a de água bem gelada com uma bandeja de cubos de gelo pela manhã. Você terá água gelada até a noite e evitará o abre-fecha da geladeira toda vez que alguém quiser beber um copo de água
3. Aprenda a cozinhar em panela de pressão. Acredite... Dá pra cozinhar tudo em panela de pressão: feijão, arroz, macarrão, carne, peixe etc... Muito mais rápido e economizando 70% de gás.
4. Cozinhe com fogo mínimo. Se você não faltou às aulas de física no 2º grau você sabe: não adianta, por mais que você aumente o fogo, sua comida não vai cozinhar mais depressa, pois a água não ultrapassa 100ºC em uma panela comum. Com o fogo alto, você vai é queimar sua comida.
5. Antes de cozinhar retire da geladeira todos os ingredientes de uma só vez. Evite o o abre-fecha da geladeira toda vez que seu cozido precisar de uma cebola, uma cenoura, etc...
6. Coma menos carne vermelha. A criação de bovinos é um dos maiores responsáveis pelo efeito estufa. Não é piada. Você já sentiu aquele cheiro pavoroso quando você se aproximou de alguma fazenda/criação de gado? Pois é: é metano, um gás inflamável, poluente, e megafedorento. Além disso, a produção de carne vermelha demanda uma quantidade enorme de água. Para você ter uma idéia: para produzir 1 kg de carne vermelha é necessário 200 litros de água potável. O mesmo quilo de frango só consome 10 litros.
7. Não troque o seu celular. Já foi tempo que celular era sinal de status. Hoje em dia qualquer zé mané tem. Trocar por um mais moderno para tirar onda? Ninguém se importa. Fique com o antigo pelo menos enquanto estiver funcionando perfeitamente ou em bom estado. Se o problema é a bateria, considere o custo/benefício trocá-la e descartá-la adequadamente, encaminhando-a a postos de coleta. Celulares trouxeram muita comodidade à nossa vida, mas utilizam de derivados de petróleo em suas peças e metais pesados em suas baterias. Além disso, na maioria das vezes sua produção é feita utilizando mão de obra barata em países em desenvolvimento. Utilize seus
gadgets até o final da vida útil deles, lembre-se de que eles certamente não foram nada baratos.
8. Compre um ventilador de teto. Nem sempre faz calor suficiente para ser preciso ligar o ar condicionado. Na maioria das vezes um ventilador de teto é o ideal para refrescar o ambiente gastando 90% menos energia. Combinar o uso dos dois também é uma boa idéia. Regule seu ar condicionado para o mínimo e ligue o ventilador de teto.
9. Use somente pilhas e baterias recarregáveis. É certo que são caras, mas em médio e longo prazo elas se pagam com muito lucro. Duram anos e podem ser recarregadas em média 1000 vezes.
10. Limpe ou troque os filtros o seu ar condicionado. Um ar condicionado sujo representa 158 quilos de gás carbônico a mais na atmosfera por ano.
11. Troque suas lâmpadas incandescentes por fluorescentes. Lâmpadas fluorescentes gastam 60% menos energia que uma incandescente. Assim, você economizará 136 quilos de gás carbônico anualmente.
12. Escolha eletrodomésticos de baixo consumo energético. Procure por aparelhos com o selo do
Procel (no caso de nacionais) ou Energy Star (no caso de importados).
13. Não deixe seus aparelhos em
standby. Simplesmente desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um eletrodoméstico. A função de standby de um aparelho usa cerca de 15% a 40% da energia consumida quando ele está em uso.
14. Mude sua geladeira ou
freezer de lugar. Ao colocá-los próximos ao fogão, eles utilizam muito mais energia para compensar o ganho de temperatura. Mantenha-os afastados pelos menos 15cm das paredes para evitar o superaquecimento. Colocar roupas e tênis para secar atrás deles então, nem pensar!
15. Descongele geladeiras e
freezers antigos a cada 15 ou 20 dias. O excesso de gelo reduz a circulação de ar frio no aparelho, fazendo que gaste mais energia para compensar. Se for o caso, considere trocar de aparelho. Os novos modelos consomem até metade da energia dos modelos mais antigos, o que subsidia o valor do eletrodoméstico a médio/longo prazo.
16. Use a máquina de lavar roupas/louça só quando estiverem cheias. Caso você realmente precise usá-las com metade da capacidade, selecione os modos de menor consumo de água. Se você usa lava-louças, não é necessário usar água quente para pratos e talheres pouco sujos. Só o detergente já resolve.
17. Retire imediatamente as roupas da máquina de lavar quando estiverem limpas. As roupas esquecidas na máquina de lavar ficam muito amassadas, exigindo muito mais trabalho e tempo para passar e consumindo assim muito mais energia elétrica.
18. Tome banho de chuveiro. E de preferência, rápido. Um banho de banheira consome até quatro vezes mais energia e água que um chuveiro.
19. Use menos água quente. Aquecer água consome muita energia. Para lavar a louça ou as roupas, prefira usar água morna ou fria.
20. Pendure ao invés de usar a secadora. Você pode economizar mais de 317 quilos de gás carbônico se pendurar as roupas durante metade do ano ao invés de usar a secadora.
21. Nunca é demais lembrar: recicle. Recicle no trabalho e em casa. Se a sua cidade ou bairro não tem coleta seletiva, leve o lixo até um posto de coleta. Existem vários na rede Pão de Açúcar. Lembre-se de que o material reciclável deve ser lavado (no caso de plásticos, vidros e metais) e dobrado (papel).
22. Faça compostagem. Cerca de 3% do metano que ajuda a causar o efeito estufa é gerado pelo lixo orgânico doméstico. Aprenda a fazer compostagem: além de reduzir o problema, você terá um jardim saudável e bonito.
23. Reduza o uso de embalagens. Embalagem menor é sinônimo de desperdício de água, combustível e recursos naturais. Prefira embalagens maiores, de preferência com refil. Evite ao máximo comprar água em garrafinhas, leve sempre com você a sua própria.
24. Compre papel reciclado. Produzir papel reciclado consome de 70 a 90% menos energia do que o papel comum, e poupa nossas florestas.
25.Utilize uma sacola para as compras. Sacolinhas plásticas descartáveis são um dos grandes inimigos do meio-ambiente. Elas não apenas liberam gás carbônico e metano na atmosfera, como também poluem o solo e o mar. Quando for ao supermercado, leve uma sacola de feira ou suas próprias sacolinhas plásticas.
26. Plante uma árvore. Uma árvore absorve uma tonelada de gás carbônico durante sua vida. Plante árvores no seu jardim ou inscreva-se em programas como o SOS Mata Atlântica ou Iniciativa Verde.
27. Compre alimentos produzidos na sua região. Fazendo isso, além de economizar combustível, você incentiva o crescimento da sua comunidade, bairro ou cidade.
28. Compre alimentos frescos ao invés de congelados. Comida congelada além de mais cara, consome até 10 vezes mais energia para ser produzida. É uma praticidade que nem sempre vale a pena.
29. Compre orgânicos. Por enquanto, alimentos orgânicos são um pouco mais caros pois a demanda ainda é pequena no Brasil. Mas você sabia que, além de não usar agrotóxicos, os orgânicos respeitam os ciclos de vida de animais, insetos e ainda por cima absorvem mais gás carbônico da atmosfera que a agricultura "tradicional"? Se toda a produção de soja e milho dos EUA fosse orgânica, cerca de 240 bilhões de quilos de gás carbônico seriam removidos da atmosfera. Portanto, incentive o comércio de orgânicos para que os preços possam cair com o tempo.
30. Ande menos de carro. Use menos o carro e mais o transporte coletivo (ônibus, metrô) ou o limpo (bicicleta ou a pé). Se você deixar o carro em casa 2 vezes por semana, deixará de emitir 700 quilos de poluentes por ano.
31. Deixe o bagageiro vazio em cima do carro. Qualquer peso extra no carro causa aumento no consumo de combustível. Um bagageiro vazio gasta 10% a mais de combustível, devido ao seu peso e aumento da resistência do ar.
32. Mantenha seu carro regulado. Calibre os pneus a cada 15 dias e faça uma revisão completa a cada seis meses, ou de acordo com a recomendação do fabricante. Carros regulados poluem menos. A manutenção correta de apenas 1% da frota de veículos mundial representa meia tonelada de gás carbônico a menos na atmosfera.
33. Lave o carro a seco. Existem diversas opções de lavagem sem água, algumas até mais baratas do que a lavagem tradicional, que desperdiça centenas de litros a cada lavagem. Procure no seu posto de gasolina ou no estacionamento do shopping.
34. Quando for trocar de carro, escolha um modelo menos poluente. Apesar da dúvida sobre o álcool ser menos poluente que a gasolina ou não, existem indícios de que parte do gás carbônico emitido pela sua queima é reabsorvida pela própria cana de açúcar plantada. Carros menores e de motor 1.0 poluem menos. Em cidades como São Paulo, onde no horário de pico anda-se a 10km/h, não faz muito sentido ter carros grandes e potentes para ficar parados nos congestionamentos.
35.Use o telefone ou a Internet. A quantas reuniões de 15 minutos você já compareceu esse ano, para as quais teve que dirigir por quase uma hora para ir e outra para voltar? Usar o telefone ou skype pode poupar você de stress, além de economizar um bom dinheiro e poupar a atmosfera.
36. Voe menos, reúna-se por videoconferência. Reuniões por videoconferência são tão efetivas quanto as presenciais. E deixar de pegar um avião faz uma diferença significativa para a atmosfera.
37. Economize CDs e DVDs. CDs e DVDs sem dúvida são mídias eficientes e baratas, mas você sabia que um CD leva cerca de 450 anos para se decompor e que, ao ser incinerado, ele volta como chuva ácida (como a maioria dos plásticos)? Utilize mídias regraváveis, como CD-RWs, drives USB ou mesmo e-mail ou FTP para carregar ou partilhar seus arquivos. Hoje em dia, são poucos arquivos que não podem ser disponibilizados virtualmente ao invés de em mídias físicas.
38. Proteja as florestas. Por anos os ambientalistas foram vistos como "eco-chatos". Mas em tempos de aquecimento global, as árvores precisam de mais defensores do que nunca. O papel delas no aquecimento global é crítico, pois mantém a quantidade de gás carbônico controlada na atmosfera.
39. Considere o impacto de seus investimentos. O dinheiro que você investe não rende juros sozinho. Isso só acontece quando ele é investido em empresas ou países que dão lucro. Na onda da sustentabilidade, vários bancos estão considerando o impacto ambiental das empresas em que investem o dinheiro dos seus clientes. Informe-se com o seu gerente antes de escolher o melhor investimento para você e o meio ambiente.
40. Informe-se sobre a política ambiental das empresas que você contrata. Seja o banco onde você investe ou o fabricante do shampoo que utiliza, todas as empresas deveriam ter políticas ambientais claras para seus consumidores. Ainda que a prática esteja se popularizando, muitas empresas ainda pensam mais nos lucros e na imagem institucional do que em ações concretas. Por isso, não olhe apenas para as ações que a empresa promove, mas também a sua margem de lucro alardeada todos os anos. Será mesmo que eles estão colaborando tanto assim?
41. Desligue o computador. Muita gente tem o péssimo hábito de deixar o computador de casa ou da empresa ligado ininterruptamente, às vezes fazendo
downloads, às vezes simplesmente por comodidade. Desligue o computador sempre que for ficar mais de 2 horas sem utilizá-lo e o monitor por até quinze minutos.
42. Considere trocar seu monitor. O maior responsável pelo consumo de energia de um computador é o monitor. Monitores de LCD são mais econômicos, ocupam menos espaço na mesa e estão ficando cada vez mais baratos. O que fazer com o antigo? Doe a instituições como o
Comitê para a Democratização da Informática.
43. No escritório desligue o ar condicionado uma hora antes do final do expediente. Num período de 8 horas, isso equivale a 12,5% de economia diária, o que equivale a quase um mês de economia no final do ano. Além disso, no final do expediente a temperatura começa a ser mais amena.
44. Não permita que as crianças brinquem com água. Banho de mangueira, guerrinha de balões de água e toda sorte de brincadeiras com água são sem dúvida divertidas, mas passam a equivocada idéia de que a água é um recurso infinito, justamente para aqueles que mais precisam de orientação, as crianças. Não deixe que seus filhos brinquem com água, ensine a eles o valor desse bem tão precioso.
45. No hotel, economize toalhas e lençóis. Use o bom senso... Você realmente precisa de uma toalha nova todo dia? Você é tão imundo assim? Em hotéis, o hóspede tem a opção de não ter as toalhas trocadas diariamente, para economizar água e energia. Trocar uma vez a cada 3 dias já está de bom tamanho. O mesmo vale para os lençois, a não ser que você faça xixi na cama...
46. Participe de ações virtuais. A Internet é uma arma poderosa na conscientização e mobilização das pessoas. Um exemplo é o site ClickÁrvore, que planta árvores com a ajuda dos internautas. Informe-se e aja!
47. Instale uma válvula na sua descarga. Instale uma válvula para regular a quantidade de água liberada no seu vaso sanitário: mais quantidade para o número 2, menos para o número 1!
48. Não peça comida para viagem. Se você já foi até o restaurante ou à lanchonete, que tal sentar um pouco e curtir sua comida ao invés de pedir para viagem? Assim você economiza as embalagens de plástico e isopor utilizadas.
49. Regue as plantas à noite. Ao regar as plantas à noite ou de manhãzinha, você impede que a água se perca na evaporação, e também evita choques térmicos que podem agredir suas plantas.
50. Frequente restaurantes naturais/orgânicos. Com o aumento da consciência para a preservação ambiental, uma gama enorme de restaurantes naturais, orgânicos e vegetarianos está se espalhando pelas cidades. Ainda que você não seja vegetariano, experimente os novos sabores que essa onda verde está trazendo e assim estará incentivando o mercado de produtos orgânicos, livres de agrotóxicos e menos agressivos ao meio-ambiente.
51. Vá de escada. Para subir até dois andares ou descer três, que tal ir de escada? Além de fazer exercício, você economiza energia elétrica dos elevadores.
52.Faça sua voz ser ouvida pelos seus representantes. Use a Internet, cartas ou telefone para falar com os seus representantes em sua cidade, estado e país. Mobilize-se e certifique-se de que os seus interesses - e de todo o planeta - sejam atendidos.
53. Divulgue essa lista! Envie essa lista de dicas por e-mail para seus amigos, divulgue o link do post no seu blog ou orkut, reproduza-a livremente, e, quando possível, cite a fonte.
54. Economize tempo e papel. Pague suas contas
online ou as deixe em débito automático. Um clique pode salvar bilhões de árvores. Não imprima o recibo. Todos os bancos disponibilizam os recibos em seus sites, caso seja preciso para comprovar algum pagamento.
55. Doe árvores. As árvores são importantes filtros de dióxido de carbono, além de fazerem parte do habitat de muitas espécies, inclusive a nossa. Conheça o programa Click Árvore.
56. Faça do seu ambiente de trabalho um espaço ecologicamente correto. É um grande passo para conscientizar as pessoas. Imprimir documentos nos dois lados da folha, usar papéis reciclados, fazer reciclagem do lixo são ações fundamentais nos dias de hoje. Tenha a certeza de que essas ações são levadas para a casa dos funcionários. Está provado por pesquisas que funcionários adotam em seus lares os ensinamentos trazidos do trabalho.
57. Economize água. Não meça esforços para diminuir o consumo de água. Muitas ações podem ser tomadas e a educação é a melhor forma de colaborar com esse precioso recurso natural.
58. Envolva-se no ambiente do seu bairro. Pequenas ações podem contribuir para a melhora do seu ambiente. Fique atento aos problemas ambientais do seu bairro, denuncie abusos e cobre os responsáveis por ações mais corretas. A saúde do planeta agradece.
59. Faça caminhadas e ande de bicicleta. Vença a preguiça e deixe seu carro em casa quando possível. Seja mais saudável e ecologicamente correto.
60.De Olho No Óleo. Essa é para as pessoas que gostam de fazer uma friturinha em casa. Não jogue o óleo de cozinha usado pelo ralo. Leia a matéria baixando o PDF do link abaixo:
http://www.geocities.com/alumebr/Materia-DP_Coleta-de-oleo-de-cozinha_02-05-2008.pdf

Aproveite a semana da árvore para refletir:
Você tem feito alguma coisa pelo meio ambiente? Nada? Então, que tal começar? Junte garrafas
pet usadas, latas de refrigerantes, cervejas, etc., garrafas e, ao invés de jogar no lixo comum, encaminhe para reciclagem, já é um começo. O mundo faz muito por você, dê uma forcinha pra ele. Ações como essas são extremamente necessárias. Vamos praticá-las!

Meu canal de slides